Empresas de Paranavaí estão aderindo ao programa Feito no Paraná

O programa está sendo desenvolvido em todo o Estado

O programa está sendo desenvolvido em todo o Estado

Empresas de Paranavaí estão aderindo ao Programa Feito no Paraná, uma iniciativa do Governo do Estado, através da Secretaria de Planejamento e Projetos Estruturantes, que tem por objetivo estimular os consumidores a verificar a origem dos produtos no ato da compra e dar preferência aos paranaenses.

O programa está sendo desenvolvido em todo o Estado e, na semana passada, teve a adesão da cidade, através da Associação Comercial e Empresarial de Paranavaí (ACIAP) e do Sindicato dos Contabilistas de Paranavaí (Sincopar). Foi realizada uma reunião entre representantes da Fecomércio (Sesc e Senac) e diretores da Associação e Sindicato para traçar uma estratégia de abordagem das empresas.

Segundo a organização do programa, quando se adota o hábito de verificar a origem do que se leva para casa, a população tem a chance de apoiar produtores rurais, pequenos e médias empresas e indústrias locais. Em consequência, o consumidor contribui para a retomada econômica do Estado, que, como de resto do mundo, foi impactada negativamente pela pandemia do coronavírus.

Para facilitar o acesso aos produtos "Feitos no Paraná" a ideia é que o comércio de alguma forma identifique os produtos paranaenses, através de materiais de comunicação visual. O Sesc e o Senac estão distribuindo os kits promocionais.

"As empresas estão aderindo muito bem o programa", contou nesta segunda-feira (03) a gerente executiva da unidade Sesc de Paranavaí, Lidiane Cristine Galvan. Ela está otimista e acredita que nesta semana haverá ainda mais adesões.

Uma das empresas que já aderiu ao programa foi a rede de supermercado Guguy. Na última sexta-feira, Lidiane e Viviane Reis de Almeida Oliveira, gerente executiva interina do Senac Paranavaí, estiveram na empresa fazendo a entrega do kit. Foram recepcionados pelo gerente de operações do supermercado Valdecir Ramos, o titular da Controladoria, Renato Chang, e o gerente de operações do Gugão (atacarejo), Élio Ferreira Araujo.

"Aderimos porque também acreditamos neste programa. Ele fortalece a economia local, regional e estadual", justificou o controlador Renato Chang. "Não é só o supermercado que ganha. Ganha toda a população, porque com este programa serão gerados mais empregos", complementou ele.

Chang afirma que o Guguy deve trabalhar o tema fazendo uma gôndola exclusiva de apresentação dos produtos paranaenses e outras serão identificadas nas próprias gôndolas. "Vamos trabalhar nos dois formatos", aponta.

O controlador disse que o supermercado tem vários produtos paranaenses. "Às vezes nem percebemos que são do Paraná, que nosso Estado tem, grandes cooperativas. Agora estes produtos serão valorizados perlo programa", analisa ele.